segunda-feira, junho 04, 2007

Trocar a lâmpada!

Para trocar uma lâmpada, quantas pessoas são necessárias?

Depende do tipo de pessoa:


Gays?

Seis: Um para trocar e cinco para ficar gritando: Linda! Poderosa! Maravilhosa! Divina! Tuuudoo!


Tias?

Duas: Uma chama o electricista e a outra prepara os drinques.



Psicólogos?

Apenas um, mas a lâmpada PRECISA QUERER ser trocada.



Loiras?

Cinco: Uma para segurar a lâmpada e outras quatro para girarem a cadeira.



Consultores?

Dois... Um sempre abandona o trabalho no meio do projecto.



Bêbados?

Um, só para segurar a lâmpada, enquanto o tecto vai rodando.


Informáticos?

Trocar para quê! Não há qualquer problema com a lâmpada velha, porque nos testes aqui no escritório ela funcionava bem.



Activistas Gays?

Nenhum. A lâmpada não precisa mudar, para ser aceite pela sociedade.



Cantores Românticos?

Dois: Um troca a lâmpada e o outro escreve uma canção sobre os bons tempos da lâmpada antiga...



Machões?

Nenhum: Macho não tem medo do escuro.



Dondocas?

Duas: Uma para segurar a Coca Light e outra para chamar o Paizinho.



Americanos?

Um só: Ele segura a lâmpada e o mundo gira ao seu redor.



Mulher (na verdadeira acepção da palavra)

Só ela! Sózinha!! Porque ninguém, dentro desta casa sabe como trocar uma lâmpada! São um bando de IMPRESTÁVEIS!!! Eles nem percebem que a lâmpada se queimou! Eles podem ficar em casa no escuro durante três dias antes de notar que a porcaria da lâmpada se queimou! E quando eles notarem, vão passar mais cinco dias esperando que EU troque a lâmpada, porque eles acham que eu sou a ESCRAVA deles!!! E quando eles se derem conta de que eu não vou trocar a lâmpada, eles ainda vão ficar mais dois dias no escuro porque não sabem que as lâmpadas novas ficam dentro da porcaria da despensa! E se, por algum milagre, eles encontrarem as lâmpadas novas, vão arrastar a poltrona da sala até o lugar onde está a lâmpada queimada e vão arranhar o chão todo, porque são INCAPAZES de saber onde a escada está guardada! É inútil esperar que eles troquem a lâmpada, então sou eu mesmo quem vai trocá-la! E como eu sou uma mulher independente, vou lá e troco!... E SAI DA MINHA FRENTE!!!

2 comentários:

irneh disse...

Vou registar o último texto como um óptimo exemplo de discurso indirecto livre e bem memorizado! Quase que diria que este exemplo personifica uma vivência pessoal! Gostei do SAI DA MINHA FRENTE!!!! É de mulher! Eu diria antes: SAI DA MINHA FRENTE QUE NEM TE VEJO!!!

Ivete disse...

Ai,ai.Muito divertidos teus posts.Mas, hum... preconceituosos! Abraços.